Depois de completar três anos de existência, mais uma vez o Misurato muda de aparência...

Mas, para variar, o objectivo principal deste Blog continua a ser o mesmo: divulgar a actividade musical em Portugal... Concertos, Festivais, Congressos, Conferências, Concursos, Novidades, Publicações...

Mas como não é fácil estar sempre em cima do acontecimento e às vezes o tempo acaba por escassear, qualquer sugestão dos leitores é uma mais valia para este Blog.

Deixem os vossos comentários e sugestões!

A todos os que são habituais seguidores e àqueles que visitam o Misurato pela primeira vez, Muito Obrigada pela Visita!!!!

terça-feira, 14 de abril de 2009

Conferência "Raça e Nação nas narrativas sobre a História da Capoeira"

Não tenho tido muito tempo para actualizar o Misurato, mas cá vai mais uma sugestão...
O INET-MD - Instituto de Etnomusicologia - Música e Dança organiza mais uma conferência, desta vez intitulada:
Raça e nação nas narrativas sobre a história da capoeira, por Matthias Röhrig Assunção da University of Essex
Quinta feira, dia 16 de Abril, 16-18 horas Sala T11, 3º andar Torre B (a torre principal, envidraçada)
Local: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas-UNL
Av. de Berna 26C Lisboa
Matthias Röhrig Assunção, University of Essex
«A história ocupa um lugar central na prática contemporânea da capoeira. Não é de se estranhar, portanto, que a sua história, e mais particularmente suas origens, tenham sido objecto de muitas controvérsias. Ela tem sido descrita ora como tipicamente brasileira ora como essencialmente africana. O objectivo da palestra é analisar como a capoeira foi re-apropriada ao longo do século XX por vários grupos, cada qual instrumentalizando a arte para os seus próprios projectos e construindo desta forma narrativas incompatíveis. Quero mostrar que além de uma rígida dicotomia africana/ brasileira é preciso entender a capoeira como uma manifestação crioula e transatlântica. Matthias Röhrig Assunção é professor no Departamento de História da Universidade de Essex, Inglaterra. É autor do livro Capoeira. The History of an Afro-Brazilian Martial Art (London, New York: Routledge 2005). Investiga presentemente o desenvolvimento dos jogos de combate no “Atlântico Negro”, e sua relação com a construção da masculinidade na cultura popular. No âmbito desta pesquisa também está realizando um documentário sobre o jogo do pau no vale do Paraíba, em colaboração com Hebe Mattos e uma equipe do Laboratório de História Oral e Imagem (LABHOI) da Universidade Federal Fluminense no estado do Rio de Janeiro, projecto financiado através do Programa Capoeira Viva do MinC/Petrobrás

3 comentários:

Pedro Sousa disse...

Gostei muito do blog, e recomendo :)

Apenas estou um pouco desiludido com a pouca regularidade dos posts... Era bom se pudesse actualizar o seu blog mais frequentemente...

Cumprimentos,
José Pedro Sousa
(http://watermusik.wordpress.com)

Sofia Lopes disse...

Muito Obrigada pelo comentário...

Pois é, a pouca regularidade dos posts deve-se ao pouquíssimo tempo que agora tenho para "tratar" do blog... (mas é uma fase...)


Espero que, mesmo assim, continue a visitar o misurato!

Obrigada!
Cumprimentos!

Luís Henriques disse...

Estes brasileiros...
Da musicologia brasileira têm saído uma série de trabalhos sobre a questão racial. Parece que procuram uma identidade... O último trabalho que li nesse sentido foi um musicólogo da Universidade de São Paulo a fazer doutoramento na Universidade do Texas em Austin, sobre o Pe. José M. Nunes Garcia e a problemática de se ser mulato no início do séc. XIX. Agora a capoeira. Realmente tenho de começar a seguir estes assuntos mais de perto.
Cumprimentos,
L.H.